Ads Top






Radialistas destacam importância da reabertura da agência do Banco do Brasil de Cuité

Presentes na audiência pública que debateu a reabertura da agência do Banco do Brasil de Cuité, Curimataú paraibano, os radialistas Flávio Fernandes e Luiz Lopes destacaram junto as autoridades presentes a importância da instituição bancária para a região. 

Em nome da imprensa, os dois profissionais parabenizaram a iniciativa da Câmara Municipal de Cuité em trazer à tona um tema de extrema importância para a sociedade.


Para o radialista Flávio Fernandes, da cidade de Cuité, é importante o empenho da classe política para a resolução do problema. O profissional ainda repudiou a atitude do banco de não enviar representantes a audiência e destacou que isso não é novidade para ele. “Esse desrespeito não é novidade para mim, pois no ano passado cheguei a passar cinco horas na fila desse banco aguardando o atendimento”, declarou.

Flávio ainda cobrou fiscalização dura dos parlamentares à agência bancária e a criação de leis que punam a instituição no descumprimento dos direitos dos cidadãos, como por exemplo o tempo de espera.
Já o radialista Luiz Lopes, da cidade de Jaçanã (RN), destacou a preocupação do comércio local e dos clientes da agência de Cuité que residem na sua cidade, os quais tem que se deslocar até a cidade de Santa Cruz para realizar saques e depósitos. Luiz ainda frisou a importância do reforço a segurança das agências para que sejam evitados outros ataques, que só prejudicam a população.



A audiência contou com a presença de lideranças de vários municípios da região. O deputado e secretário de Estado, Buba Germano (PSB), também esteve presente e se comprometeu em intermediar um diálogo entre os vereadores e a superintendência do banco na Paraíba. Os ex-prefeitos de Cuité, Euda Fabiana (PMDB) e Bado Venâncio (PSDB), também se colocaram à disposição para ajudar no debate, através de seus representantes em Brasília.

Desde que foi explodida, em setembro de 2016, o Banco do Brasil de Cuité tem operado apenas com parte dos serviços. Operações com dinheiro em espécie não são realizadas, obrigando os clientes a se deslocar até outros municípios para realizar saques ou depósitos.

Notícia da Serra
Com PoliticandoPB
Tecnologia do Blogger.