Ads Top






Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado no RN



Os trabalhadores dos Correios no Rio Grande do Norte aderiram à greve nacional da categoria e cruzaram os braços na noite desta quarta-feira (26). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios (Sintect/RN), a decisão foi tomada em assembleia realizada nesta quarta.
A greve é contra a privatização, demissões e retiradas de direitos, além do fechamento de mais de 200 agências no país, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). Dos 36 sindicatos ligados aos Correios, 33 aderiram ao movimento em todo o Brasil. Apenas os estados de Sergipe, Amapá e Roraima ainda não informaram o resultado das reuniões.
Com a paralisação, 30% dos trabalhadores devem continuar trabalhando e a entrega de encomendas emergenciais, a exemplo de medicamentos, deve ser mantida.
Em nota, os Correios se posicionaram sobre a greve a níveol nacional. "Uma paralisação dos empregados neste momento delicado pelo qual passa a empresa é um ato de irresponsabilidade, uma vez que a direção está e sempre esteve aberta ao diálogo com as representações dos trabalhadores. No entanto, os Correios irão adotar todas as medidas necessárias para garantir a continuidade de todos os serviços". A estatal enviará mais tarde posição sobre a adesão em todo o país.
Tecnologia do Blogger.