Ads Top






[ CRISE ] Prefeitos do Trairi exoneram comissionados e reincidem contratos



Os gestores municipais das cidades de São Bento do Trairi e Tangará , localizadas na região Trairi , resolveram tomar medidas drásticas com o objetivo de equilibrar as contas de suas prefeituras.

Em São Bento do Trairi , o prefeito Kêka (PSD), assinou decreto que exonera todos os servidores de cargo em comissão e extingue os contratos por tempo determinado, exceto de funcionários de programas federais, secretários municipais e controlador geral do município. Dentre os motivos declarados estão a adequação as normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e o atendimento ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que solicitou medidas para que corrigisse o limite de gasto com pessoal.

Antes de tomar essa medida , Kêka já havia reduzido o seu próprio salário , do vice-prefeito e de auxiliares do primeiro escalão buscando diminuir os gastos.



TANGARÁ 

Na  terra do pastel , o prefeito Jorginho Bezerra (PR),exonerou todos os servidores comissionados e reincidiu os contratos do Processo Seletivo Simplificado para provimentos de cargos temporários, ocorrido em maio.


Os chefes do executivo atenderam a recomendação do Ministério Público que observou que tanto Tangará quanto São Bento do Trairi estavam excedendo o limite legal para gasto com a folha de pessoal. 

No documento expedido pelo MP , os municípios devem  controlar e regular suas despesas e receitas, sob pena de desequilíbrio orçamentário e financeiro e, consequentemente, endividamento, o que desencadeia total insegurança em todas as instituições que o compõem. 


A medida tomada em Tangará é São Bento do Trairi é semelhante a publicada pelo prefeito de Jaçanã /RN , que meses atrás  exonerou comissionados , extinguiu os cargos de sub-secretários e exonerou contratos em vigência. 


Noticia da Serra 
com informes de Joabson Silva


Tecnologia do Blogger.