Ads Top






Morre aos 65 anos o jornalista Marcelo Rezende, apresentador do Cidade Alerta



O jornalista Marcelo Rezende, apresentador do Cidade alerta, da Record, faleceu na tarde deste sábado (16), aos 65 anos. Rezende lutava contra um câncer no pâncreas e no fígado. A informação foi confirmada oficialmente após a circulação de notícias, desde a última quinta-feira, de uma falência de múltiplos órgãos. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (84) 9-8825-4316 e se cadastre

Desde maio, quando foi anunciada, a doença de Rezende tem comovido fãs. Famoso pelo bordão "corta pra mim", ele foi internado em uma segunda-feira (11) e, durante toda a semana, a emissora manteve em sigilo as causas do atendimento hospitalar. Ao fim da semana, no programa Domingo espetacular, foi exibida uma entrevista exclusiva sobre a condição dele. 

"Eu não posso mentir, fazer cara de sofrimento. Vocês não vão me ver chorando, triste, desesperado. Saio daqui para fazer quimioterapia. Estou com cara de desesperado? Não. Por uma razão: desde que eu sou criança, eu tenho uma absoluta confiança e conhecimento de Deus", contou o jornalista.

Algumas semanas depois, entretanto, o carioca optou por encerrar o tratamento médico tradicional, baseado em medicamentos, e iniciou um método espiritual em Minas Gerais "por ordem de Deus", segundo ele. "Não adianta curar o físico e não ter a frente o espiritual", defendeu. A escolha pela terapia alternativa foi criticada por fãs, razão pela qual ele gravou vídeos para esclarecer a decisão. 

"Uma das coisas que me deixaram triste foi quando eu desisti da medicina tradicional e algumas pessoas - ainda bem que foram poucas - me chamaram de covarde. Mas como posso ser covarde, se cada passo que eu dou é orientado pelo meu pai? Portanto, eu quero dizer uma coisa: foi a melhor decisão que eu tomei. E não tomei porque eu quis. Eu tomei porque Deus, soberano, mandou. E olha eu aqui, mais uma vez mostrando que eu estou me recuperando e que a cura está cada vez mais perto. E eu dependo cada vez mais da sua oração. Que Deus nos proteja e nos abençoe", desabafou ele, em vídeo.

No dia 4 de setembro, um vídeo - vários foram publicados por ele no decorrer do processo - preocupou ainda mais o público. Com aparência extremamente debilitada, ele comentou a "montanha-russa" a caminho da cura à qual estava submetido. "Olha, muita gente vive de boato e no meu caso eu até entendo, não é toda hora que tem uma informação. Mas devemos esquecer os boatos. Eu tenho câncer, tem altos e baixos, é como uma montanha russa. Tem hora que eu estou lá em cima e tem hora que eu estou em baixo, mas importante é que eu estou firme e estar firme é aqui, onde a mente funciona. Eu estou firme pra enfrentar os baixos, até chegar o momento em que o alto vai deslizar e aí a cura vai chegar. E eu tenho certeza disso porque Deus está comigo, Deus está contigo", comentou.

Nascido no Rio de Janeiro em 12 de novembro de 1951, Marcelo Rezende começou a carreira na comunicação no Jornal dos Sports, na capital carioca, aos 17 anos. Ele passou pela Rádio Globo, pelo jornal O Globo e pela revista Placar, especializada no segmento esportivo. Rezende ingressou em 1987 na Rede Globo, na qual estreou como apresentador, à frente do Linha direta, em 1999. Antes de se consagrar como apresentador do Cidade alerta, a partir de 2012, ele comandou o programa entre 2004 e 2005 e foi repórter do Domingo espetacular e do Repórter Record


Tecnologia do Blogger.