Ads Top






No RN , Confronto entre quadrilha e PM termina com cinco assaltantes mortos e quatro presos






Após um intenso tiroteio, restou um policial baleado no pescoço, cinco assaltantes de bancos mortos e quatro presos na Fazenda Monte Alegre, localizada entre as cidades de Janduís e Campo Grande, na região Oeste do Rio Grande do Norte, no início da tarde deste domingo, 3. Com a quadrilha, os policiais apreenderam 10 armas de grosso calibre. A Polícia da Paraíba não descarta a possibilidade de alguns membros do bando terem conseguida escapar.
A quadrilha vinha sendo seguida pela Polícia Militar da Paraíba desde as primeiras horas deste domingo, quando o bando teria invadido a cidade de Brejo do Cruz atirando, espalhando terror, explodiram a agência do Bradesco e depois fugiram na direção do Rio Grande do Norte.
Antes de explodirem a agência, os assaltantes pegaram três vendedores ambulantes que estavam no Centro da cidade arrumando as barracas para a feira livre e usaram como escudo humano em frente a agência. Os assaltantes agiram com extrema violência com os reféns.
O Sargento Coelho, de Brejo do Cruz, destacou que o objetivo da quadrilha era o cofre central da agência. A explosão que fizeram, danificou a estrutura do prédio, mas não atingiu o cofre central. Como estava demorando, os assaltantes desistiram do crime.
Fortemente armada e em 3 carros de grande porte, os assaltantes passaram por Messias Targino, Janduís, e entraram na direção da fazenda Monte Alegre, que pertenceu ao agropecuarista Antônio Veras, já perto de Campo Grande. Um carro foi queimado.
Com apoio de policiais militares de Patu e Campo Grande, a Policia Militar da Paraíba cercou o bando no início da tarde. Inicialmente, os bandidos conseguiram fazer os policiais recuarem um pouco, pois não tinham munição suficientes para revidar os bandidos. Mas logo em seguida chegou mais reforços das cidades do Rio Grande do Norte e os bandidos foram abatidos e alguns dominados e presos.
A Polícia Militar informou que o armamento dos bandidos foi apreendido. Após a troca de tiros, os policiais levaram os assaltantes na carroceria da camioneta para a cidade de Brejo do Cruz. O PM Valderi, da Paraíba, sofreu um tiro de raspão na garganta. Passou pelo Hospital de Janduís e depois seguiu viagem com os colegas, não se sabe se para Brejo do Cruz, Catolé do Rocha ou outra cidade.
Os nomes dos assaltantes mortos e dos presos ainda não foram liberados para a imprensa.


Tecnologia do Blogger.