Ads Top






Operação Mirage fecha três casas de jogos de azar em Natal


Uma operação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e das Polícias Civil e Militar fechou três casas de jogos de azar na tarde desta quinta-feira (25) em Natal. A ação, batizada Mirage, cumpriu quatro mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juizado Especial Criminal da capital. Cinco pessoas foram autuadas em flagrante e conduzidas para lavratura de Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO).
A operação Mirage contou com 50 homens e mulheres do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do MPRN; do Núcleo Especial de Investigação Criminal (Neic), da Polícia Civil; e ainda da Polícia Militar. Das três casas de jogos de azar fechadas, duas atuavam com máquinas caça-níquéis e outra, com bingo. As máquinas caça-níqueis funcionavam na avenida Capitão-Mor Gouveia, quase em frente à rodoviária, e outra, no bairro de Nova Descoberta. O bingo fechado existia no bairro do Alecrim.
Em um dos alvos, foi apreendida ainda uma arma de fogo e munições, mas como não havia ninguém no local, os policiais apenas fizeram a apreensão e entregaram à Polícia Civil para investigação.
Foram destruídas 14 máquinas caça-níqueis e apreendido dinheiro. Além disso, também foi apreendida uma grande quantidade de materiais como cadeiras, computadores e aparelhos de ar-condicionado. O dinheiro será depositado em juízo e os materiais serão doados a diversos órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos, tudo com autorização da Justiça.
Participaram da operação quatro promotores de Justiça e um delegado de Polícia Civil, que ficou responsável pela lavratura dos procedimentos.
A operação Mirage só foi possível graças às ligações recebidas no Disque Denúncia 127 do MPRN. A ligação é gratuita e o cidadão não precisa se identificar.
Tecnologia do Blogger.