Ads Top






Kelps: “Policial é policial 24h por dia”


O deputado estadual Kelps Lima (SD) pautou o seu pronunciamento desta quinta-feira (05) sobre o assassinato do policial militar Deoclécio Ferreira de Lima Júnior, morto na quarta-feira (4) no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. O parlamentar lamentou o ocorrido e questionou o entendimento de que o caso não deve ser considerado crime contra um agente de segurança do Rio Grande do Norte.
“Ouvi alguns comentários de que ele foi assassinado como cidadão comum, já que não estava fardado no momento do crime. Não é assim. Policial é policial 24h por dia. Ele está condicionado, treinado e preparado para defender a si e a sociedade em uma situação extrema. Não é a farda que o condiciona para defender a população. É o treinamento, o coração, o sentimento”, observou Kelps.
Na oportunidade, o deputado se solidarizou com os familiares do policial militar e disse que é preciso rever a relação com os agentes de segurança do Estado. “Ontem mais um guerreiro tombou no RN. Precisamos proteger nossos agentes. Essa barreira que nos protege não pode cair. Não é banal policial morrer como tem morrido aqui no Estado. A perda é de toda a sociedade. Alguém precisa acender essa chama de indignação”, concluiu Kelps.
Cabo Deoclécio Júnior tinha 40 anos e era lotado na Companhia Independente de Policiamento de Guardas (CIPGD). O PM é o nono policial morto em Natal em 2018.
Tecnologia do Blogger.