Ads Top






Liberação do Acesso Sul ao aeroporto depende apenas da iluminação, diz DER


Uma das obras que integram o chamado Anel Viário Metropolitano, o Acesso Sul ao Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante está praticamente concluído e deverá ser entregue em breve. Alguns motoristas já utilizam o trecho para se deslocar até o terminal, mas alguns serviços complementares restantes ainda impedem que a via seja totalmente liberada para tráfego.

De acordo com o diretor do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), Jorge Fraxe, as obras de drenagem, pavimentação, acostamento e sinalização horizontal (demarcações no asfalto) estão 100% finalizadas, restando apenas a conclusão da sinalização vertical (placas) e da iluminação da via.

A parte da sinalização vertical, diz Fraxe, está bem adiantada, sendo a iluminação o maior empecilho à conclusão da obra. “Já chegaram os postes e agora vamos começar a aplicar as bases. Quando a empresa iniciar o serviço é que teremos como estabelecer uma projeção de finalização”, registra o diretor do DER.

Além de 18 quilômetros de pista duplicada, o Acesso Sul ao Aeroporto de São Gonçalo contempla uma ponte de 140 metros sobre o rio Potengi, que está pronta, e um viaduto sobre a BR-304 (em Macaíba, na altura da Reta Tabajara), cujas obras ainda não foram iniciadas. A obra toda, de responsabilidade da empresa EIT, custará ao final aproximadamente R$ 80 milhões.

Sobre o viaduto, Jorge Fraxe informou que o projeto executivo está pronto, faltando apenas a aprovação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), já que se trata de intervenção na área de uma rodovia federal. No trecho, é importante frisar, há outra obra em execução: a duplicação da Reta Tabajara.

Quanto à iluminação, que será em lâmpadas de led (mais econômicas), o diretor do DER assinala que a finalização desse serviço é a última etapa antes da liberação oficial da via. “Como se trata de uma área rural, trafegar à noite por ali é perigoso sem iluminação. Por esse motivo o governador ainda não liberou oficialmente, em que pese muitos motoristas já estarem utilizando a via”, completa.

Com a finalização do Acesso Sul, a previsão do DER é que o tempo de deslocamento entre a parte sul da Região Metropolitana de Natal e o Aeroporto de São Gonçalo do Amarante seja reduzido à metade, em relação ao tempo que é gasto atualmente pelos motoristas.

Atualmente, além do Acesso Norte (a partir da BR-406, concluído no ano passado), os motoristas que precisam se deslocar até o aeroporto a partir da região sul têm à disposição uma rota alternativa que passa pelo Centro de Macaíba e uma pista simples entre este município e São Gonçalo, até chegar ao aeroporto. Com o Acesso Sul, quem vier pela BR-304 a partir do município de Parnamirim ou da zona Sul de Natal poderá acessar a nova pista pouco depois dos acessos à cidade de Macaíba. O novo percurso, que culmina na pista local do aeroporto, é mais rápido por ter menos fluxo e não ter semáforos.

“Em relação ao conforto, será algo muito melhor para os motoristas. Ficará muito bom para todos os usuários. Falta só iluminar antes de darmos a grande notícia, que é a conclusão dessa obra, esperada pela população há muitos anos”, finaliza Jorge Fraxe.


Tecnologia do Blogger.