MPF vai investigar irregularidades na prestação de contas de projetos educacionais de Nova Floresta/PB



O Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba instaurou inquérito civil para apurar irregularidades na prestação de contas do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), PDDE – Educação Integral e PDDE – Estrutura de escolas do município de Nova Floresta, no Agreste paraibano, no ano de 2015.


“A instauração do presente Inquérito Civil deve-se à necessidade de dar continuidade à instrução procedimental, especialmente com a finalidade de aguardar a resposta de um Ofício pendente e, a partir dela, avaliar quais foram as irregularidades, quem são os seus responsáveis e se caracterizaram algum ilícito cível ou penal”, versa trecho da portaria do MPF.



A conclusão do inquérito civil tem o prazo de um ano. A portaria é assinada pelo Procurador da República Bruno Barros de Assunção.

Fonte: Blog do Gordinho


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.