No RN , Solidariedade é o unico partido que cresceu sem precisar de cargos com Rosalba e Robson



O Partido Solidariedade é o único dos grandes partidos do Rio Grande do Norte que cresceu numericamente e qualitativamente no Estado sem precisar indicar cargos nos Governos Rosalba e Robinson.

Em 2013, quando foi fundado, o partido tinha apenas um deputado, Kelps Lima.

Agora em 2018, o partido manteve a cadeira de Kelps na Assembleia, elegeu um segundo deputado, Alysson Bezerra, e dois suplentes, Subtenente Eliabe e Fernandinho de Caicó.

O partido também conta com um vereador na capital, Klaus Araújo e, em fevereiro, vai ganhar outro, Fúlvio Saulo Mafaldo, que assumirá a cadeira da vereadora e deputada eleita Eudiane Macêdo (que também foi vereadora eleita em 2016 pelo Solidariedade).

O próximo presidente da Câmara de Natal, Paulinho Freire, foi eleito vereador em 2016 pelo Solidariedade.Além disso, o partido disputou as principais eleições dos últimos 2 anos. Ficou em 2º lugar na disputa à Prefeitura de Natal, obtendo mais votos do que o PT e o PSDB; e obteve mais de 100 mil votos com seus candidatos ao Governo e ao Senado agora em 2018, Brenno Queiroga e Magnólia Figueiredo.

O Solidariedade foi também componente estratégico para a eleição de um deputado federal fora do eixo das oligarquias, o General Girão, que tem como suplente o ex-prefeito de Almino Afonso, Lawrence Amorim, que é do Solidariedade.
O partido não pretende ocupar cargos na administração Fátima Bezerra. E vai disputar a prefeitura de Natal com candidato próprio em 2020, Kelps Lima.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.