[ CUITÉ 2020] Vice-prefeito diz que chegou a hora de ser apoiado e não descarta reaproximação política com nenhum dos dois grupos locais


O vice-prefeito de Cuité, Eliú Pessoa (PP), resolveu romper o silêncio que se deu desde o fim da parceria política com o prefeito Charles Camaraense, ainda no primeiro ano de gestão, e com exclusividade, falou sobre os motivos do rompimento e quais seriam seus planos para 2020.


ROMPIMENTO: A vitória de Charles Camaraense e Eliú Pessoa, em 2016, foi fruto de uma parceria iniciada em 2015, quando o então vereador Eliú Pessoa havia rompido com o bloco da prefeita Euda Fabiana, e aceitou o convite para ser candidato a vice na chapa encabeçada pelo então ex-deputado Charles.

Segundo Eliú, tendo passado boa parte do primeiro ano de gestão, ele enxergou a necessidade de uma reforma administrativa, não com a intenção de agregar nomes por ele indicados, mas que atendesse as necessidades da população e se fizesse cumprir o que se havia prometido na eleição passada. Não tendo sua sugestão acatada pelo Prefeito, e tendo uma soma de outros fatores não revelados, o vice-prefeito então silenciou e, mais tarde, deixou evidenciado o rompimento com o discurso do seu irmão, o vereador Abdan Pessoa, que em sessão da Câmara Municipal anunciou que não mais faria parte da bancada de situação, assumindo desde então uma “linha independente”.

2020: Sobre 2020, o vice-prefeito Eliú Pessoa adiantou que, independente que seja ou não por uma terceira via, o seu nome só participará do pleito na condição de candidato a Prefeito. Questionado sobre uma possível reaproximação com a ex-prefeita Euda Fabiana ou mesmo com o prefeito Charles Camaraense, Eliú deixou claro, e repetiu, que isso só seria possível se qualquer uma das duas lideranças apoiasse seu nome para Prefeito. Segundo ele, agora chegou a hora de “ser apoiado”.

Não sendo viável uma candidatura por terceira via, e não tendo o apoio de nenhum dos dois grupos tradicionais, o vice-prefeito Eliú Pessoa também afirmou que, nesse cenário, não participaria das eleições próximas. Segundo ele, “não há mais como recuar”, referindo-se ao fato de não querer mais ser candidato a vice, apenas a prefeito.

Embora descarte sua participação no processo eleitoral de 2020 nas condições citadas acima, o vice-prefeito Eliú lembra o nome do seu Pai, o advogado Aristóteles Pessoa, e o nome do seu irmão, o vereador Abdan Pessoa, como sugestões para uma composição de chapa na condição de vice.


Rafael do Valle

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.