Picuí e Barra de Santa Rosa estão na lista de municípios com risco de surto de dengue, zika e chikungunya


A Paraíba tem 46 cidades com alto índice de infestação do Aedes aegypti, com risco de surto para as doenças dengue, zika e chikungunya, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Saúde. João Pessoa é uma das cinco únicas capitais brasileiras que não estão na lista. O Ministério alerta que o sistema de vigilância de estados e municípios e toda a população devem reforçar os cuidados para combater o mosquito.
Este ano, a Paraíba registrou 11 casos de dengue com sinais de alarme e um caso foi considerado grave, mas não houve registro de mortes.
A definição do nível de risco de surto é feito através da análise do primeiro Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019. O LIRAa é um instrumento que faz o controle do vetor e das doenças (dengue, zika e chikungunya).
Com base nas informações coletadas, o gestor pode identificar os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito, bem como o tipo de criadouro predominante. O objetivo é que, com a realização do levantamento, os municípios tenham melhores condições de fazer o planejamento das ações de combate e controle do mosquito.


Municípios paraibanos com risco de surto
Água Branca
Alagoa Nova
Arara
Aroeiras
Assunção
Barra de Santa Rosa
Belém
Belém do Brejo do Cruz
Brejo do Cruz
Caaporã
Cacimba de Dentro
Caiçara
Caldas Brandão
Conceição
Fagundes
Igaracy
Imaculada
Ingá
Itabaiana
Itatuba
Juarez Távora
Lagoa
Livramento
Malta
Marizópolis
Maturéia
Mogeiro
Mulungu
Nazarezinho
Patos
Pedra Branca
Pedras de Fogo
Piancó
Picuí
Pirpirituba
Prata
Princesa Isabel
Santa Cruz
Santa Luzia
São João do Tigre
São José de Caiana
São José do Brejo do Cruz
Serra Grande
Solânea
Sousa
Taperoá


barraportal.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.