recent posts

Auxílio emergencial eleva inflação dos mais pobres, diz Banco Central



Uma pesquisa do BC (Banco Central), divulgada nesta quinta-feira (17), mostrou o impacto do auxílio emergencial, concedido pelo governo em razão da pandemia da Covid-19, na inflação dos mais pobres. O estudo indicou que o benefício elevou os preços da cesta de alimentos de quem ganha entre um e três salários mínimos.

Atualmente, o salário mínimo está em R$ 1.045. Assim, a pesquisa considerou a inflação para aqueles que ganham até R$ 3.135. "Analisamos a cesta de alimentos das faixas de renda mais pobres e mais ricas. Os preços da carne, por exemplo, de primeira, consumida pelos mais ricos, e de segunda, pelos de menor renda, normalmente andam juntos, mas se distanciaram nesse período. Concluímos que o benefício fez sim diferença nesse caso", explicou o diretor de Política Econômica do BC, Fábio Kanczuk.

O levantamento apontou, por exemplo, que o preço de carnes relativamente mais consumidas pelas famílias de menor renda cresceu 20,12% de abril a outubro, enquanto o restante das carnes variou 12,13% neste período.  

Fonte: Larissa Garcia

Auxílio emergencial eleva inflação dos mais pobres, diz Banco Central Auxílio emergencial eleva inflação dos mais pobres, diz Banco Central Reviewed by Eduarda Paiva on 07:00:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.