recent posts

Câmara dos EUA aprova aumento de auxílio de US$ 600 para US$ 2.000



A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta 2ª feira (28.dez.2020) o aumento no valor dos cheques de estímulo econômico. O benefício é pago aos norte-americanos que ganham menos de US$ 75.000 (cerca de R$ 386.000) por ano, considerados os mais afetados financeiramente pela pandemia.

O valor acordado no pacote de US$ 900 bilhões (R$ 4,3 bilhões) aprovado pelo Congresso na semana passada e sancionado pelo presidente Donald Trump era de US$ 600 por pessoa. Agora, a Câmara, controlada pelos democratas, decidiu aumentar para US$ 2.000.

Os cheques de US$ 2.000 são um desejo antigo da oposição no Capitólio. Recentemente, Trump mudou seu discurso e exigiu que os pagamentos fossem neste valor, e ameaçou barrar o pacote de estímulo se os congressistas não ajustassem este ponto sem modificar seu valor final.

Os democratas colocaram então a proposta em pauta, mas ela foi barrada justamente pelos republicanos, já que o texto final apresentaria um montante maior que os US$ 900 bilhões aprovados. No final, com o risco de um shutdown (paralisação) no Legislativo, Trump assinou o projeto a contragosto.

Muitos republicanos já tinham rompido com o presidente desde suas tentativas para reverter a derrota nas eleições de novembro. O pedido para aumentar o valor dos cheques o fez perder mais apoio. Na votação desta 2ª feira (28.dez), 44 dos 195 deputados de seu partido votaram a favor da medida, ajudando a Câmara a obter os 2/3 mínimos para aprovar.

O texto com a mudança segue agora para o Senado, que tem maioria republicana. Baseado no posicionamento dos senadores governistas, é improvável que o aumento dos cheques siga adiante. Os democratas devem votar de forma unânime a favor.

A Casa Alta do Capitólio é formada por 52 senadores republicanos, 46 democratas e 2 independentes –estes costumam votar com a oposição.

A divisão dentro do partido de direita é uma esperança para que o Senado alcance os 2/3 dos votos (67 dos 100) para passar a medida. Pesa ainda contra os republicanos o 2º turno das eleições de duas cadeiras do Senado no Estado da Geórgia, marcado para 5 de janeiro.

Uma guinada republicana contra o aumento dos cheques pode prejudicar a opinião pública em relação à sigla, a fazendo perder a maioria na Casa. Se os democratas vencerem as duas eleições na Geórgia, o Senado será divido em 50 a 50.

O líder da minoria no Senado, Chuck Schummer, disse que tentará passar o aumento dos cheques já na 3ª feira (29.dez.2020), por meio de um consentimento unânime. Nesta modalidade, qualquer senador que se opuser ao acordo impede a aprovação do texto. Foi assim que o partido republicano barrou a 1ª tentativa da Câmara de aumentar o valor do benefício.

Fonte: PoDER 360

Câmara dos EUA aprova aumento de auxílio de US$ 600 para US$ 2.000 Câmara dos EUA aprova aumento de auxílio de US$ 600 para US$ 2.000 Reviewed by Eduarda Paiva on 13:19:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.