recent posts

Paraíba confirma primeiro caso da variante Alfa e secretário não vê como flexibilizar decreto


O secretário de Saúde do Estado da Paraíba, Dr. Geraldo Medeiros, disse na manhã desta quarta-feira, 16, que uma das amostras enviadas no mês de março para sequenciamento genômico na Fiocruz, deu positivo para variante Alfa: a antiga B.1.1.7, identificada no Reino Unido.

“Nas amostras enviadas, em uma delas foi identificada a variante Alfa, cuja propagação é de 50% maior que o coronavírus inicial, vale ressaltar que estamos em uma situação diferente porque já vacinamos mais de um milhão de paraibanos com a primeira dose, porém mesmo assim, esse caso confirmado preocupa porque nos últimos dois meses pode ter havido uma propagação bem mais elevada no Estado. Esse resultado positivo pode ser consequência do relaxamento das medidas de segurança”, confirmou. Sobre uma possível flexibilização para o novo decreto, o secretário ressaltou que ainda não é o momento, porém disse que o assunto será discutido ainda hoje, em reunião. “1000 óbitos mensais nos últimos três meses, são números elevados mesmo com o decreto, não há motivo para a flexibilização. As medidas evitaram aglomeração em bares e restaurantes no dia dos namorados e as datas de festejos juninos nos próximos dias chegam a ser preocupantes. Em Bananeiras e Areia, todos os leitos dos Hotéis já estão reservados, as pessoas sentem uma necessidade de comemorar por uma questão cultural, por isso vamos analisar em reunião, com objetivo de evitar uma catástrofe sanitária já para o próximo mês”, relatou.

Sobre a Alfa (antiga B.1.1.7)

Quem é: A primeira variante de preocupação, anteriormente chamada de B.1.1.7. Surgiu no Reino Unido em setembro de 2020.

Mutações: São 22 ao todo, entre as que alteram ou não a estrutura do vírus. As principais estão na espícula, a proteína que recobre o vírus. Uma das mais famosas é a mutação N501Y, que intensifica a ligação entre o vírus e as células humanas.

Comportamento: Transmissibilidade entre 30 e 50% maior do que as linhagens anteriores. Alguns trabalhos apontam para possível aumento no risco de hospitalização e maior mortalidade, mas isso ainda não está confirmado.

Resposta às vacinas: Vacinas funcionam normalmente contra ela. Isso é evidenciado por estudos de neutralização de anticorpos e, principalmente, por meio da observação do que houve nos países onde ela se tornou predominante. Os casos seguem caindo com o avanço da imunização a despeito de sua presença.

Situação epidemiológica: Ela foi a responsável pela segunda onda da pandemia que atacou os países do Reino Unido e boa parte da Europa no início do ano, até atravessar o Atlântico e virar a maior responsável por novos casos nos Estados Unidos. Chegou ao Brasil, mas encontrou aqui uma concorrente e tanto, a variante Gama.

Fonte: Paraíba Todo Dia
Paraíba confirma primeiro caso da variante Alfa e secretário não vê como flexibilizar decreto Paraíba confirma primeiro caso da variante Alfa e secretário não vê como flexibilizar decreto Reviewed by Islany Martins on 10:30:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.